Instalamos um nitiFilter®, o filtro de óleo permanente e autolimpante, exatamente no intervalo de troca a 28.318 km . Nós não trocamos o óleo. Os valores nominais para o óleo 5W30 utilizado são de 63 cSt para a viscosidade a 40°C e 10,6 cSt para a viscosidade a 100°C.

Realizamos uma análise do óleo* que apresentou os seguintes resultados:

98.7

Viscosidade a 40°C – cSt

13.67

Viscosidade a 100°C – cSt

30

Contaminante: Silício – ppm

118

Desgaste: Ferro – ppm

 

 

Um mês mais tarde

Como previsto, o óleo está com a aparência muito degradada. Realizamos uma nova análise um mês mais tarde, com 31.342 km . Constatamos que os resultados melhoraram, exceto por um dos metais de desgaste:

84.4

Viscosidade a 40°C

12.76

Viscosidade a 100°C

30

Contaminante: Silício

138

Desgaste: Ferro

Como apenas um metal de desgaste apresentou uma degradação, decidimos manter o óleo.

 

Oito meses mais tarde

Realizamos uma nova análise do óleo do motor um mês mais tarde com 39.003 km , o que soma, portanto, cerca de 11.000 km com o nitiFilter®

66.9

Viscosidade a 40°C

11.23

Viscosidade a 100°C

11

Contaminante: Silício

47

Desgaste: Ferro

O óleo está novamente OK!

2 anos mais tarde

Por fim, realizamos uma nova análise do óleo do motor 2 anos mais tarde com 52.693 km , o que significa, portanto, cerca de 25.000 km rodados com o nitiFilter® e um óleo que tem agora mais de 4 anos

69.1

Viscosidade a 40°C

10.96

Viscosidade a 100°C

10

Contaminante: Silício

74

Desgaste: Ferro

 

O óleo está ainda OK e próximo do nominal… então, convencido de que a troca de óleo não é sempre necessária com o produto adequado?

 

* Análise realizada por FluidLife